Será esse o retorno do meta dos Bruisers?

Grandes melhorias para o Anub’arak e Arthas anunciam um possível retorno de um dos períodos mais agressivos da história do Heroes competitivo. Quando começou Houve um tempo em que Arthas, Tyrael, Anub’arak e até a Sonya foram heróis muito subestimados. A Coréia começou a popularizar esses heróis em composições com dois, e as vezes até três guerreiros para enfrentar composições com magos frágeis e equipes vulneráveis a grandes quantidades de CCs (‘crowd control’ , ou ‘controle de multidões. Habilidades que controlam, atordoam, enraízam…). Mesmo durante pesquisas em 2015 mostraram que a comunidade acreditava que composições com dois ou três guerreiros eram os “reis do meta do ano”. A estratégia era tão popular e poderosa que parecia que seria eternamente um dos pilares do Heroes competitivo. Você ainda vê esse tipo de equipe hoje em dia, mas desde as mudanças de escalonamento e burst, esses heróis bruisers ficaram pra trás. Mas...

Illidan assombra o novo meta europeu no campeonato regional

O primeiro campeonato regional europeu terminou nessa segunda, e houve uma mudança significativa em como as equipes do topo fizeram suas composições. Team Dignitas se tornou o primeiro time a se qualificar para o Campeonato Global de Verão nessa segunda, ao ganharem a Regional Europeia por 3-0 sobre a mYinsanity. Os melhores times da Europa estavam no evento, e olhando para os dados, parece que alguns Heróis ficaram mais relevantes e outros desapareceram. Um balanceamento recente e rework nos talentos do Illidan o tornaram o Herói mais temido da Europa. Dentre os 32 jogos, Illidan foi banido 23 vezes, bem mais do que o segundo herói mais banido, Dehaka, que só foi eliminado dos jogos dez vezes. Illidan só foi jogado duas vezes, o que é o provavelmente por causa da sua porcentagem de 72% de jogos em que ele foi banido. Esse é um herói que pode ser uma grande ameaça,...