Olá, pessoal! Tudo bem? Hoje iremos embarcar em um mapa muito amado e odiado aos mesmo tempo: Condado do Dragão. É um mapa médio, com três lanes:

condado_mercenarios

A Mecânica

O objetivo principal é controlar o Santuário da Lua e o Santuário do Sol  e libertar o poder do Dragão para auxiliar a sua equipe. Os Santuários aparecem por volta de 01:15 (um minuto e quinze segundos) após o início do jogo, – você receberá um aviso 30 segundos antes e um contador será adicionado a sua interface. Logo depois da captura e término do Dragão, os santuários se ativaram em 120 segundos (dois minutos).

O Santuário do Sol fica ao extremo norte (top) e o Santuário da Lua no extremo sul (bot). Eles receberão indicadores amarelos com os respectivos ícones de Sol e Lua no mini-mapa. Além disso, abaixo da barra do nível de seu time será mostrado qual equipe controla qual pedestal.

condado_pontosdeinteresse

Para conquistar os Santuários é necessário que ao menos um membro da equipe fique dentro de sua esfera de alcance, sem que mais membros da equipe oposta também estejam. Se o inimigo disputar o local com você, é melhor você derrotá-lo ou espantá-lo, antes que a equipe adversária chega para contestar.

Esse alcance é marcado por um círculo amarelo ou da cor do time que o está controlando. Sair desse espaço permite que você perca a influência para o time oposto caso algum inimigo entre na área. A barra de influência precisa ser completada por inteiro para que ela pertença a sua equipe.

pegando-a-shrine-620x314

Após controlar os dois Santuários, eles se conectarão com a Estátua do Dragão, que fica no centro do mapa, formando duas linhas da cor da sua equipe, brilhando ao longo do mapa inteiro. O próximo passo é que um jogador da equipe vá até o Dragão e canalize-o (para isso, clique com o botão direito do mouse na estátua), o que leva aproximadamente 5 segundos e meio para se completar.

Se o jogador receber qualquer tipo de dano enquanto tenta tomar o dragão, a canalização é interrompida, e é preciso reiniciá-la. Se ela ocorrer com sucesso – a este ponto o time inimigo já estará desesperado para se defender – o jogador tomará a forma do Dragão, recebendo novas habilidade na sua barra.

Os Santuários devem estar capturados pela equipe aliada durante todo o processo de liberação!

pegando-o-dragão-620x348

O Dragão

q-dragao-620x476

w-dragao-620x468

passiva-dragao-620x465

A Habilidade (Q) é um dano em área que queima os inimigos ao longo de 4 segundos e a Habilidade (W) investe contra o inimigo jogando-a para longe do mapa (podendo atravessar lanes, acampamentos e torres). Por fim, o Arrasador é uma habilidade passiva, garantida o tempo todo enquanto se controla o Dragão. Para desativar o bônus antes do tempo e destruir a Estátua, aperte R.

dragão-620x458

A Estratégia

  • O Condado do Dragão é um mapa que enfatiza o trabalho de equipe (quote Blizzard: É “equipe” e não “eu-quipe”.) com relativamente pouca influência de mercenários com uma mecânica que causa o efeito bola de neve. Falhar no primeiro Dragão não quer dizer que o jogo está perdido, mas significa que se o time inimigo souber utilizar essa vantagem corretamente e você terá um problema a mais pra tomar conta;
  • A pouca força dos mercenários é consequência de os acampamentos serem próximos as bases, dificultando que o mesmo time capture todos eles com o grande risco de serem percebidos; isso gera um equilíbrio de forças;
  • Aconselha-se a organização 2-1-2, com dois jogadores na lane de cima, um na do meio, e dois na de baixo. Mas sempre será necessário que os heróis saiam de suas posições para ajudar algum aliado do outro lado do mapa; visão de mapa é indispensável;
  • Não se preocupe em empurrar lanes e destruir torres no início do jogo, o que irá parecer perda de tempo investido já que o dragão é capaz de dar o dobro de dano. Defenda, ganhe experiência, e mantenha a área próxima dos Santuários sob  controle – você tem 1:15 para conseguir vantagem sobre os inimigos nesses locais importantes;
  • Levar alguns membros do time para capturar os mercenários próximos a sua base no início podem ajudar, mas não espere grande influencia;
  • Quando os Santuários aparecerem, o jogador da lane central poderá ir ajudar a conquistá-los já que perder uma torre é um preço baixo para se conseguir o Dragão. Se conseguirem o do Sol, estudem a possibilidade de se deixar um jogador ou dois com para tomar conta e redirecionar o resto do time inteiro para o da Lua. Caso não esperem resistência em ambos os lados, é aconselhável que um jogador já fique preparado para capturar o Dragão ao lado dele;
  • Estejam preparados para correr de um lado para outro sempre que necessário. Esse será sim um movimento feito o tempo todo, já que o time inimigo sempre vai tentar roubar o controle do mapa pra ele;
  • Heróis como Kerrigan e Suturino, que possuem habilidades que puxam inimigos podem ser úteis para retirar  o adversário da área do Santuário ou impedir alguém de capturar o Dragão. Heróis invisíveis podem capturar os obeliscos e continuar sem serem percebidos;
  • Nunca comece a libertar o Dragão se você sabe que tem algum inimigo por perto ou se aproximando. Você vai estar perdendo alguns segundos podendo atacar aquele herói tentando fazer algo que você sabe que será interrompido.

Meu time está controlando o Dragão

dragaoafter-620x458

Parabéns, seus adversários tremem de medo! Tente empurrar aquela lane do meio com toda a sua força. Com raras exceções, claro, como por exemplo: o time inteiro inimigo estar defendendo e o seu time estar espalhado pelo mapa sem parecer que vão chegar a tempo.

Nunca vá para outras partes do mapa, porque o limite de tempo existe. Auxiliar o Dragão é importante sim, e o aconselhável é que o time inteiro acompanhe pela lane central. Quebre a barreira antes das torres. Isso vai permitir que você use a Investida Selvagem (W) e que seu time ataque aqueles covardes que se escondem atrás dela.

Sempre tente matar os inimigos junto com o Dragão! A hora que os times inteiros se encontram nas torres é geralmente um momento de tensão. E se vocês não derrotarem os heróis adversários, existe continuamente a possibilidade deles atacarem seu Dragão que vai durar menos do que gostaria.

Também deverá primordialmente focar em destruir nas torres – já que o bônus de dano do dragão é justamente para elas. Não temam as torres! O Dragão toma 50% a menos de dano delas. Ele é feito para estar lá tomando esse ataque no lugar dos companheiros de equipe.

O time inimigo libertou a Estátua. Como defender?

Não deixe eles passarem das suas torres! Se reúnam o mais rápido possível e ataquem o Dragão. Quanto antes do time inimigo conseguir se concentrar abaixo da sua torre, melhor. Guardem ataques heróicos e em área para quando todos estiverem espremidos contra o inimigo, tentando quebrar a defesa. Além disso, se lembrem da regra mais antiga e importante da história dos jogos: não fique no fogo! Derrotem os heróis de apoio antes dos outros. É possível escapar da Investida do Dragão se você conseguir sair do campo de visão dele, ficar ou ir para trás dos muros das torres.

Levem em conta que essa é uma estratégia genérica para melhor aproveitamento de tempo e concentração no objetivo do mapa. Essas são dicas básicas que ignoram alguns fatores situacionais, como seu Núcleo estar sendo atacado ou alguma lane que não a do meio esteja completamente destruída.  Existem outras várias maneiras de se ganhar no mapa que funcionam tão bem ou melhor quanto, dando prioridade a outras coisas.

Guia por ABC e Bruna Becker

Compartilhe este post!
Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on Tumblr0Email this to someonePin on Pinterest0