Illidan

O Traidor

Sobre o Herói

Illidan Tempesfúria, o primeiro Caçador de Demônios, traiu seu povo criando um novo poço da eternidade após a invasão demoníaca de Azeroth. Depois de dez mil anos de prisão, ele foi libertado por Tyrande Whisperwind contra a vontade do seu próprio irmão, Malfurion Tempesfúria. Agora, Illidan é o senhor de Terralém e massacra os heróis despreparados que ousam se aventurar em seu reino.

Illidan é um herói Assassino de combate corpo a corpo trazido do universo de Warcraft. Maior representante da classe dos Caçadores de Demônio e um dos mais idolatrados personagens da história da Blizzard, sua principal característica é ser um herói com excelente mobilidade para perseguir seus inimigos, exatamente como se espera de um verdadeiro predador. Por ser extremamente frágil e exigir altíssima perícia para ser utilizado de forma eficiente, sua dificuldade é classificada como muito difícil, o que posso atestar ser verdade pelo martírio que passava com ele no início. Quando você aprende a jogar com ele, porém, posso garantir que se sente recompensado, pois suas mecânicas de movimentação e a liberdade de usar habilidades sem se preocupar com mana fazem dele um herói extremamente divertido.


História

“Whatever I may be – whatever I may become in this world – know that I will always look out for you, Tyrande.” – Illidan Stormrage

Sendo Illidan um dos mais notáveis personagens da Blizzard – em especial no conteúdo do mais novo livro e da próxima expansão de World of Warcraft –, achei que seria uma boa ideia iniciar esse guia com um curto resumo sobre sua história. Se quiser pular essa parte, fique à vontade, pois não fará nenhuma diferença para fins práticos.

Tudo começou por causa de uma elfa noturna chamada Tyrande, uma velha conhecida nossa do Nexus. Todas as peripécias e vida lokices aprontadas pelo menino Illidan tinham, antes de tudo, o propósito de atrair a atenção e a admiração da sacerdotisa de Eluna, por quem ele era completamente apaixonado. Antes uma elfa do que um cavalo, não é mesmo, Arthas?

O problema é que Illidan teria que disputar sua amada com seu próprio irmão gêmeo Malfurion, ou assim ele acreditava. E, como Malfurion era um Druida extremamente promissor, Illidan pensou que ele também precisava fazer alguma coisa para se destacar. Poderia ele ter escrito um poema para Tyrande? Poderia. Poderia ter feito uma torta de brigadeiro para ela? Poderia. Poderia ter feito uma linda serenata para ela? Poderia também. Mas não, ele acreditava que precisava fazer alguma coisa realmente impressionante. Por isso, ele resolveu se dedicar a dominar os fascinantes poderes arcanos da Nascente da Eternidade, e foi aí que tudo começou a dar errado.

Quando Azshara resolveu usar o poder da Nascente para trazer Sargeras a Azeroth, Illidan fingiu lealdade à rainha para destruir o plano dela de dentro para fora e assim impressionar Tyrande. E assim foi feito, mas o resultado passou bem longe do esperado. Ao invés de admirá-lo, Tyrande passou a odiá-lo pela forma como ele sempre tomava atitudes drásticas para resolver os problemas. Para piorar ainda mais a situação, Malfurion acabou salvando o dia no fim das contas e impedindo Sargeras de invadir Azeroth, e depois decidiu que Illidan deveria ser preso pelos crimes que cometeu.

Após dez milanos mil anos preso numa cela subterrânea sob a guarda das Sentinelas (Wardens, em inglês), Tyrande decidiu soltá-lo novamente para usar o coitado se aproveitando dos sentimentos dele para que ele pudesse lutar mais uma vez contra a Legião, que havia retornado na Terceira Guerra pelas mãos de Kel’thuzad e Arthas. Daí pra frente é muito história, amigo. Illidan consumiu os poderes do Crânio de Gul’dan para dar alegria ao seu povo salvar seu povo e se tornou parte demônio, o que levou Tyrande odiá-lo ainda mais. Percebendo que não tinha mais lugar no mundo, ele partiu para Outlands em busca de um novo lar, onde viveu em relativa paz até os eventos da expansão Burning Crusade, quando nós, os jogadores, fomos lá dar um fim ao sofrimento do coitado. Se quiser saber mais, recomendo a trilogia de livros War of the Ancients (disponível somente em inglês, infelizmente), a campanha de Warcraft III: Reign of Chaos e Frozen Throne e a uma temporada de missões e raides em Outlands, no World of Warcraft.

Sem mais delongas, deixo aqui uma música que me faz lembrar de Illidan para aquecê-los para o guia.

“He who makes a beast out of himself gets rid of the pain of being a man.”


Considerações Iniciais

Como disse pouco antes, Illidan é a personificação do predador que espreita nas sombras à espera de vítimas indefesas. Ao contrário de Zeratul, porém, Illidan não conta com o recurso de camuflagem para garantir ataques surpresas, o que exige do jogador extrema cautela para não ser peso morto em team fights. Sua prioridade deve ser sempre os heróis mais frágeis, pois sua capacidade de grudar no inimigo é um terror para estes. Outra característica marcante de Illidan é a total ausência de recursos especiais como mana, o que lhe permite utilizar suas habilidades à vontade, contanto que estejam fora do cooldown.

Apesar de estar fadado a uma forma única de jogar, Illidan possui uma árvore de talentos decente, com possibilidades para diversas situações diferentes. Para saber qual o melhor conjunto de talentos para você, isso vai depender principalmente do mapa onde está ocorrendo o jogo e das composições dos dois times, além do seu estilo de jogo. Portanto, recomendo que teste as possibilidades para aprender quais delas se encaixam melhor no seu perfil e como extrair o máximo de cada uma delas.


Visão Geral

Pontos Fortes

  • Excelente mobilidade
  • Bom stickiness (capacidade de “grudar” no alvo)
  • Bons mecanismos de fuga
  • Boa capacidade de solar acampamentos mercenários
  • Não precisa se preocupar com mana
  • Gameplay divertido
  • Forma demoníaca fodona

Pontos Fracos

  • Muito frágil para um herói de combate corpo a corpo
  • Vulnerabilidade acentuada contra crowd control
  • Baixo potencial de dano de cerco
  • Exige grande perícia do jogador para ser eficiente
  • Dificuldade contra certas composições
  • Dez mil anos de sofrência amorosa


Habilidades Básicas e Especialização

Para ilustrar melhor como funcionam as habilidades de Illidan, tomei a liberdade de roubar tomar emprestado esse vídeo feito para o guia oficial do site pela menina prodígio Bruna Becker, colunista aqui do Girls of the Storm.

Mergulho (Q): Recarga de 6 segundos – Illidan salta em direção a um alvo inimigo, causando uma quantidade moderada de dano a ele e posicionando-se do lado contrário ao qual estava anteriormente.

Dicas: Essa é a principal habilidade de mobilidade ofensiva de Illidan, que o permite grudar nos inimigos com facilidade para evitar que escapem com vida. Por outro lado, é necessário cuidado para se usar de forma eficiente o Mergulho, caso contrário você pode ir parar no meio do time adversário e ser esmagado em um instante. Dependendo das suas escolhas de talento, essa habilidade também pode ser usada defensivamente, como uma ótima ferramenta de fuga.

Golpe a Esmo (W): Recarga de 8 segundos – Illidan desliza na direção alvejada, causando alto dano aos inimigos pegos no caminho. Se atingir pelo menos um inimigo, seus ataques básicos causarão 35% de dano extra pelos próximos 3 segundos.

Dicas: Essa é a sua principal habilidade de dano. Com ela, você poderá iniciar o dano pesado proveniente de seus ataques básicos. Também serve à função de fuga, embora o deslizamento seja bastante curto.

Evasão (E): Recarga de 15 segundos – Illidan entra em estado de esquiva, evitando todos os ataques básicos recebidos pelos próximos 2,5 segundos.

Dicas: Essa é sua única e principal habilidade de defesa. Use-a quando o inimigo notar sua presença, especialmente se for ele um herói focado em ataques básicos.

Sede do Traidor (Passivo): Habilidade de Especialização. Os ataques básicos de Illidan restauram sua vida em uma quantidade equivalente a 30% do dano causado, além de reduzir em 1 segundo o tempo de recarga de suas habilidades.

Dicas: Essa é uma habilidade que ajuda bastante no sustain de Illidan, permitindo que ele seja um ótimo duelista, sole mercenários com relativa facilidade e esteja sempre pronto para o combate. Quando estiver com vida baixa, basta matar alguns minions do time inimigo para restaurar sua vida. Mas não se iluda, esse sustain não é nenhuma maravilha divina e não salvará sua pele se você se jogar imprudentemente contra os inimigos.


Talentos

Como costuma dizer a Natalia, não existe escolha correta de talentos, e isso se tornou ainda mais claro após o recente rework feito em Illidan. Para saber qual é a melhor opção, é preciso avaliar diversos fatores, dentre eles principalmente as composições do seu próprio time e do adversário. Nos parágrafos a seguir, tentarei analisar os talentos de forma imparcial, dando minha opinião sobre cada um deles com base em testes que eu mesmo fiz enquanto jogava e coisas que li em guias estrangeiros. Vamos lá?

Nível 1 – Tier 1

Ódio Sem Fim (Passivo): Para cada minion morto, Illidan recebe +0,1 de dano de ataque. Para cada takedown de herói, o dano de ataque é aumentado em +1. Ao chegar aos +20 de dano extra, Illidan recebe um adicional de +10 de bônus.

Ataque Devastador (W): Se seu Golpe a Esmo atingir pelo menos dois heróis, o bônus de dano de ataques básicos é aumentado de 35% para 125%.

Imolação (W): Após usar Golpe a Esmo, Illidan queima os inimigos ao seu redor, causando danos leves por segundo durante 4 segundos.

Análise: Nesse tier temos duas ótimas opções com Ódio Sem Fim e Imolação. A primeira é do tipo que funciona como um investimento de longo prazo, que faz bem pouca diferença no início, mas se paga no mid ou late game, aumentando de forma significativa o dano causado. A segunda, por sua vez, é um aumento de dano pequeno, porém constante, num estilo semelhante a Raiva Ardente. De modo geral, Ódio sem Fim costuma ser a opção mais poderosa a longo prazo, mas Imolação pode levar vantagem em mapas onde há pouca presença de lane (e, portanto, menor acúmulo de stacks) ou em casos extremos de o time precisar de maior potencial de wave clearing, já que causa dano em área. A decisão, portanto, depende principalmente da observação desses dois fatores. Quanto à última alternativa, Ataque Devastador pode até parecer poderoso à primeira vista, mas a condição de atingir dois inimigos para ativar seu efeito faz com que esse talento se torne inferior aos seus concorrentes, pois a área de dano de Golpe a Esmo é tão pequena que isso raramente terá alguma chance de acontecer.


Nível 4 – Tier 2

Com Amigos Como Esse (Q): Aumenta o alcance de Mergulho em 20%, e permite que ele seja utilizado em heróis aliados sem causar dano a eles.

Liberto (W): Permite que Golpe a Esmo atravesse paredes e obstáculos do terreno. E, se não atingir nenhum herói inimigo pelo caminho, o tempo de recarga dessa habilidade é reduzido em 4 segundos.

Perseguição Rápida (Q): Mergulho aumenta em 15% a velocidade de movimento por 2 segundos.

Análise: Eis aqui um tier de opções mais voltadas a defesa e a fuga, com três bons talentos para isso. Com Amigos Como Esse (que tradução mais tosca, hein? Em inglês se chama Friend or Foe) não apenas aumenta o potencial ofensivo de Mergulhar como também permite uma escapada marota na hora do aperto. Perdi as contas de quantas vezes consegui sair com vida graças a algum amigo bem posicionado para me salvar de uma perseguição. Liberto é outra opção que testei e gostei muito, ótima para dar um ~Mim Acher~ nos inimigos quando a batalha estiver se desenrolando em locais onde haja paredes que possam ser atravessadas na hora do aperto. E, por fim, Perseguição Rápida oferece um ligeiro aumento de velocidade que pode ser benéfico tanto para lutas de modo geral quanto para perseguições. Não vou dar um parecer absoluto aqui, pois, apesar de considerar esse último talento ligeiramente inferior aos outros dois, vejo-os todos como opções viáveis a depender de cada jogador, então recomendo que testem por si mesmos para ver qual se encaixa melhor ao seu jeito de jogar.


Nível 7 – Tier 3

Massacre do Caçador (Passivo): Suas habilidades restauram a vida de Illidan em 25% do dano causado por elas. Valor de cura dobrado contra heróis.

Lâmina Sanguissedenta (Especialização): Enquanto o bônus de dano de Golpe a Esmo estiver ativo, a cura de Sede do Traidor é aumentada de 30% para 50% do dano de ataques básicos.

Bloqueio Reflexivo (Q): Mergulho reduz em 75% o dano dos próximos 2 ataques básicos recebidos por Illidan. Esse efeito expira em 3 segundos.

Análise: Temos aqui mais um tier voltado a opções de sobrevivência, dessa vez com duas possibilidades para aumentar seu sustain e uma para complementar sua defesa contra ataques básicos. Como se pode presumir, Bloqueio Reflexivo é a escolha absoluta contra composições com heróis como Thrall e Raynor, cujo potencial de dano vem quase todo desse tipo de ataque. No caso de não haver heróis desse tipo no time adversário, as duas alternativas são bem medíocres, mas Massacre do Caçador é ligeiramente superior a Lâmina Sanguissedenta por não depender de um uptime tão curto e pouco confiável quanto o de Golpe a Esmo. Sendo bem honesto, escolha um desses dois somente no caso de você estar realmente tranquilo com relação aos ataques básicos dos inimigos, pois, como diz a sabedoria popular, prevenir quase sempre é melhor do que remediar.


Nível 10: Habilidades Heróicas

Metamorfose (R): Recarga de 120 segundos – Illidan salta sobre a área alvejada, causando uma quantidade moderada de dano aos inimigos atingidos e se transformando em um demônio. Enquanto estiver nessa forma, sua vida máxima será aumentada de acordo com a quantidade de alvos que tiver atingido. Duração de 18 segundos.

A Caçada (R): Recarga de 60 segundos – Illidan se atira contra um alvo inimigo, causando uma grande quantidade de dano e atordoando-o por 1 segundo.

Análise: Metamorfose costumava ser uma escolha absoluta e inquestionável pelo aumento na velocidade de ataque, mas com o recente rework nos talentos de Illidan e o nerf sofrido por essa habilidade, abriu-se espaço para builds viáveis com A Caçada. Além do benefício óbvio do dano em área e aumento de vida, Metamorfose é boa também do ponto de vista da mobilidade e fuga, pois Illidan não pode ser atingido durante o tempo em que está “voando” em direção à área alvejada, além de poder atravessar barreiras físicas. Contra inimigos com dano em área pesado, Metamorfose se torna um escape extremamente valioso na hora do aperto, além de garantir mais segurança caso alguma coisa “dê ruim” num dive precipitado. Fora isso, a melhoria oferecida a essa habilidade heróica no nível 20 é muito melhor que aquela oferecida à sua concorrente, especialmente contra times com crowd control forte, o que é uma fraqueza natural de Illidan. Já A Caçada tem um propósito ofensivo que lembra um pouco o Julgamento de Tyrael, porém com menor cooldown e alcance muito superior. Sua função é surpreender e infernizar inimigos frágeis da backline inimiga e impedir que eles fujam. É difícil cravar um veredito nesse caso, pois são duas habilidades bastante diferentes. Porém, de modo geral considero Metamorfose superior por ser uma opção mais segura, à exceção de casos específicos em que o time inimigo tenha um herói especialmente suscetível a ganks. Se não for o caso, A Caçada se torna uma habilidade medíocre, pois Illidan já tem em seu kit básico um bom potencial de perseguição.


Nível 13 – Tier 5

Ataque Ligeiro (W): Toda vez que atingir um herói inimigo, Golpe a Esmo reduz em 3 segundos a recarga de Evasão.

Defensor Ágil (W): Se Golpe a Esmo atingir um herói inimigo, Illidan ganha resistência por 2 segundos, reduzindo em 25% todo o dano recebido.

Sexto Sentido (E): Evasão reduz em 75% o dano das duas próximas habilidades que atingirem Illidan enquanto estiver ativa.

Análise: Para nossa surpresa, temos aqui mais um tier dedicado a opções de sobrevivência. Não vamos reclamar, né? No caso de um herói tão frágil como Illidan, toda ajuda nesse sentido é sempre bem-vinda. Ao contrário do tier do nível 7, as três alternativas aqui são bem equilibradas e úteis para diferentes situações. Sexto Sentido é uma excelente escolha contra heróis com forte burst de habilidades, se você souber a hora certa de ativar Evasão. Sério, isso uma vez já me salvou daquela bola de fogo desgraçada do Kael’thas e de várias Nevascas da Jaina. Apesar de exigir um bom timing para ser realmente eficaz, esse talento é uma ferramenta preciosa quando bem utilizado. Por outro lado, se o que está mais incomodando são os assassinos voltados a ataques básicos, então Ataque Ligeiro é a melhor escolha, pois oferece a possibilidade de ativar Evasão com mais frequência. E, por fim, Defensor Ágil é a alternativa mais versátil e fácil de se usar, pois funciona razoavelmente bem contra todo tipo de inimigo. Se tiver dificuldade com botões ou não sentir necessidade de um tipo de defesa específica, essa é então a opção recomendada.


Nível 16 – Tier 6

Marcado para Morrer (Q): Mergulho causa uma grande quantidade de dano extra se for utilizado consecutivamente contra o mesmo alvo dentro de 10 segundos.

Marca Ardente (Passivo): O quarto ataque consecutivo contra o mesmo herói causa dano extra equivalente a 6% da vida máxima do mesmo.

Lâminas de Azzinoth (W): Atingir cinco heróis inimigos com Golpe a Esmo permite que Illidan ative as Lâminas de Azzinoth, aumentando em 75% o dano de seus ataques básicos por 8 segundos.

Análise: Antes de tudo, deixa eu esclarecer uma coisa: você NÃO precisa atingir os cinco heróis inimigos de uma vez só para ativar as Lâminas de Azzinoth. O que acontece, na realidade, é que você tem um contador que aumenta a cada herói atingido com Golpe a Esmo, e que permite que você ative o bônus manualmente quando chegar à marca de cinco inimigos atingidos. Dito isso, é fácil imaginar que essa habilidade – apesar de bastante poderosa, sem dúvida – tem um funcionamento bastante problemático, pois muitas vezes não estará disponível na hora certa. Ou seja, é preciso bastante conhecimento e sorte para que ela seja realmente efetiva, o que a torna, na minha opinião, uma escolha meio arriscada. Faça como desejar se quiser tentar a sorte, mas não diga que eu não avisei! Por sua vez, Marca Ardente é uma versão piorada do talento Matador de Gigantes, pois exige que se consiga quatro ataques consecutivos contra o mesmo alvo para surtir efeito. Por mais que não seja ruim de tudo, desisti de pegar esse talento há algum tempo. E, por fim, Marcado para Morrer é aquela que considero a opção mais confiável aqui, por ser a mais fácil de se usar e dar um aumento considerável no dano de Mergulhar. Não curto muito bater o martelo, mas também não posso mentir pra vocês, né?


Nível 20 – Tier 7

Forma Demoníaca (R): Após usar Metamorfose, Illidan permanece em sua forma demoníaca permanentemente enquanto estiver vivo. Adicionalmente, a forma demoníaca aumenta em 20% sua velocidade de ataque e reduz em 50% a duração de efeitos debilitantes (como atordoamento) recebidos. Enquanto estiver na forma demoníaca, Illidan poderá montar normalmente. Esse talento só estará disponível caso você tenha escolhido Metamorfose como habilidade heroica no nível 10.

Não Há Onde se Esconder (R): A Caçada passa a ter alcance global. Adicionalmente, sempre que um inimigo estiver com a vida abaixo de 25% você poderá enxerga-lo em qualquer lugar do mapa.

Lâminas do Nexus (Passivo): Aumenta em 20% o dano dos ataques básicos de Illidan e faz com que esses ataques reduzam a velocidade de movimento de seus alvos em 20% por 1 segundo.

Raio das Tempestades (Ativo): Recarga de 70 segundos. Ative para se teleportar para um local próximo.

Análise: Ao chegarmos enfim ao último tier, nos vemos diante de duas maravilhosas opções para maximizar o potencial de seus ataques básicos. A primeira, Lâminas do Nexus, oferece um bônus simples e direto de dano que é a cereja no bolo de qualquer build ataques básicos que se possa imaginar. A segunda, Forma Demoníaca, oferece um aumento na velocidade de ataque que, pelo menos em teoria, é tão poderoso em termos de DPS quanto o bônus de Lâminas do Nexus. Portanto, temos um empate técnico em termos de potencial ofensivo, embora Forma Demoníaca leve ligeira vantagem por ter sinergia com Sede do Traidor. Como tomar uma decisão, então? Simples! Se você estiver lutando contra times com crowd control poderoso, escolha Forma Demoníaca sem pensar duas vezes. Por outro lado, se você entender que a redução de velocidade de movimento de Lâminas do Nexus é um efeito mais valioso do que a resistência a crowd control, essa é então a melhor opção. Portanto, tudo vai depender da sua leitura do jogo. Já quanto às outras alternativas desse tier, infelizmente elas são modestas demais para ser levadas em consideração. Não Há Onde se Esconder não contribui em nada para o aumento do seu dano, e ainda oferece um bônus bastante questionável, uma vez que o alcance de A Caçada já é naturalmente bastante longo. E Raio das Tempestades, embora seja um talento apreciado em alguns heróis, é desnecessário para Illidan pois sua mobilidade já é naturalmente muito boa.


Builds Sugeridas

Avatar da Devastação

Avatar da Vingança


Considerações Finais

Espero que esse guia ajude aqueles de vocês que tiverem interesse em jogar com o traidor Illidan, o personagem mais icônico de Warcraft e protagonista da próxima expansão. Illidan foi retrabalhado recentemente (como se pode perceber por sua árvore de talentos enxuta) e, desde então, se tornou um dos heróis mais populares do Nexus, tendo finalmente a apreciação que merece. Apesar de ter tido bastante dificuldade no início, sinto hoje um enorme prazer de jogar com ele e espero poder, com esse guia, ajudar outras pessoas a sentir o mesmo.

Bom, é isso. Se você também curte jogar com assassinos rápidos e mortais, não deixe de dar a ele uma chance! E no mais, ficamos aqui no aguardo para que ele dê uma chance a Maiev encontre um novo amor e seja muito feliz ao lado dela e esfregue na cara da Tyrande que ela preferiu um alce barbudo que assiste de braços cruzados enquanto ela morre em Darnassus.

Saudações e até a próxima, aventureiro!

Compartilhe este post!
Share on Facebook20Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on Tumblr0Email this to someonePin on Pinterest0