X

Olá queridos Heróis!
Trago para vocês o depoimento de um dos jogadores profissionais mais conhecidos de todo o cenário competitivo de Heroes of the Storm –  que atualmente no HGC está varrendo os inimigos com um show de habilidade, acompanhem a Copa América – Jschritte.

Para quem ainda não sabe, a Blizzard emitiu uma notícia completa sobre os detalhes da HGC Copa América que por sinal, decepcionou muito os brasileiros e quem sabe, a América Latina toda: tanto os fãs do jogo que estão – ou estavam – ávidos para o crescimento do cenário quanto os jogadores profissionais.  Aliás, você pode conferir tudo clicando aqui.

E foi nesse momento que Jschritte desabafou tudo dentro de sua visão e compartilhamos com vocês na íntegra o que ele disse:

 

Eu sempre torci pelo crescimento do nosso cenário e sempre tive a paciência para acreditar que iria crescer conforme o tempo, mas algumas coisas têm me deixado bastante chateado.

Todo mundo sabe que diferentemente das Majors Regions, o Latam não possui nenhuma liga nesse ano de 2017, isso é compreensível, pois normalmente, os jogos crescem lá fora para que depois tenham um engajamento em regiões menores.

Já saiu oficialmente o formato da Copa América desse ano.

A Final Regional que dará vaga para os clashes (3 times do SUL + 1 time do Norte) não terá evento presencial conforme teve ano passado, apenas as Finais para o Mid Season e Final Season terão presenciais. É lamentável para o crescimento do nosso cenário, pois abre espaço para vários questionamentos em relação ao jogo aqui na nossa região e como a empresa está tratando o e-sport.

    • – Como um qualificatória de um Moba que dará vaga para um evento Internacional (Clashes) pode ser online se temos times de diferentes regiões (Norte e Sul). O por que disso ser triste para o desenvolvimento do cenário é bem simples de ser entendido: como as partidas se resumem em BO5, em jogos envolvendo regiões diferentes, alguma equipe irá jogar mais vezes no servidor de preferencia, com isso, tendo vantagem de ping. Em nível competitivo, o ping muitas vezes pode ser fator decisivo para uma vitória ou derrota. Alguns jogadores já pararam de jogar por causa disso ou assim como eu, ficaram desmotivados com essa noticia.
    • – Poderemos ter situações onde não importa quanto uma equipe treinou, o ping pode ser fator determinante na hora de definir o representante da nossa região em um evento Internacional.
    • – HS teve evento presencial na sua primeira season de 2017, na qual foram trazidos 8 jogadores de diferentes regiões do Latam. Sem querer diminuir ou fazer comparações de público entre os 2 jogos, mas por que um jogo onde o ping não interfere de forma decisiva em uma partida, tem evento presencial, e um moba, terá sua classificatória online ? A única coisa que vem na minha cabeça é: “economia” de custos, pois 4 times de mobas são 20-25 pessoas, enquanto no HS são 8.

Sempre que me perguntaram sobre como estava o nosso cenário competitivo, falava com toda a esperança na empresa: há cada ano estamos melhorando um pouco. Infelizmente com esse tipo de decisão, não tenho mais toda essa esperança.

É bem triste ver o quão grandioso está sendo o HGC nas Major Regions (produção, salários aos jogadores, mídia, etc) e ver que aqui, comparado com 2016 que tiveram 4 eventos presenciais, estamos regredindo. Não estou falando dos eventos presenciais como uma forma de ser um Hype para o competitivo, apenas como uma forma de respeito aos jogadores que poderão jogar de forma igual contra todas as equipes.

Nesse desabafo, preciso e devo concordar muito com ele pois estou extremamente DECEPCIONADA com a Blizzard e não esconderei isso.
No meu ver, essa decisão de tirar as presenciais foi pela baixa “audiência”  tanto na transmissão e PRINCIPALMENTE no evento presencial.
Porém devo levantar um erro GRAVÍSSIMO: Os eventos presenciais em sua essência não eram abertos ao público, apenas para poucos convidados, o que levou a um desastre mostrando diversas cadeiras vazias.

Blizzard, o que o cenário competitivo de Heroes of the Storm no Brasil precisa é de VISIBILIDADE e um bom planejamento quanto a isso. Se deixassem os eventos presenciais serem ABERTOS  ao público, vocês veriam um monte de fãs apaixonados gritando e torcendo, auxiliando o crescimento. Sem apoio, é impossível.

E outra maior prova do seu erro no início desse ano é que aumentou CONSIDERAVELMENTE o número de expectadores em suas transmissões desde o anúncio do HGC de forma absurda. Vocês ainda tem tempo de voltar atrás desta decisão. Não joguem por terra o sentimento dos fãs que CONSOMEM o seu produto e dos jogadores profissionais no lixo. LatAm merece o seu valor e tem capacidade o suficiente de bater suas concorrentes. Nós brasileiros somos considerados os fãs mais apaixonados do mundo quando gostamos de algo e damos nosso suor por isso.

Perdão pelas palavras duras, porém estou extremamente arrasada. Está difícil engolir essa decisão de vocês.

Vocês podem ajudar no Fórum e no Reddit levantado pelo Jschitte. Vamos fazer barulho para que a Blizzard nos ouça.

Sem /kisses e até a próxima pessoal.

Compartilhe este post!
Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on Tumblr0Email this to someonePin on Pinterest0