X

Olá garotos e garotas da tempestade! Tudo certo com vocês? \o/

Sei que sumi por um looooongo período do site e tals, mas juro que foi por causa boa — novidades em breve! Para este ano, trago algo que há muito tempo quis fazer: guias e dicas mais específicas para quem joga HotS há mais de 3K de partidas (mais ou menos 02 anos) — veteranos que nem eu.

Com o lançamento do primeiro herói multi-classe, Varian, algo mudou drasticamente para nós: as escolhas dos talentos. Antes, com heróis e metas menos mutáveis e reworks demorados em vir, os talentos eram escolhidos previamente, seguindo uma lógica satisfatória ou cômoda para o jogador. E do lançamento do Medivh pra cá, só isso não é o suficiente!

O player mais experiente deve, sim, ter sua build favorita. No entanto, situações como: novos mapas, heróis diferenciados (e cada vez mais específicos), mudanças mais frequentes em patches e tals, mês ou outro um herói novo e todo ano de um a dois mapas novos; o momento é para o jogador veterano não vacilar em seguir apenas uma ou duas builds. Ele deverá aprender TODAS as possibilidades dos talentos.

JUSTIFICATIVA

Ou também conhecido como: “como cheguei até aqui?”

Não sei vocês, mas eu gosto de estudar bem este jogo amado! Assisto campeonatos, leio toda novidade que sai aqui no nosso lindo site e nos gringos também, jogo todos os dias e procuro melhorar sempre (apesar de não gostar muito do cenário ranked nacional – tanto profissional, quanto amador; mas isso é gosto meu).

The treta has been planted!

Mas quando encontro uma deficiência minha que precisa ser melhorada ou algo pode ser maximizado e não sei como, eu sempre me ponho a trabalhar nisso. Pesquiso, faço cálculos, testes e busco ajuda com os PROs na comunidade. Contudo, ocorre a mesma ladainha:

Toda vez que saio em busca de material para melhorar minhas habilidades, os sites estão inundados com dicas para iniciantes ou para jogadores com menos de 1K de partida.

Não que seja ruim. Isso é excelente! Contudo, das dicas mais avançadas que encontro: ou são beeeeeem vagas; ou já absorvi e aprendi. Cheguei a conclusão que teria que fazer eu mesmo materiais que possam me auxiliar… e por que não dividir? 😉

DESENVOLVIMENTO

Ou como gosto de chamar, processo criativo no toró das ideias.

Primeiro coloquei as seguintes metas pra mim. De 04/04 de 2016, até dia 02/01 de 2017:

  • ter todos heróis, sem delay de lançamento (ok);
  • todos devem estar acima do lvl 09 (faltam 04);
  • meus principais devem estar acima do 10 (26 estão no 10 – faltam 34 no momento);
  • devo entender TODOS os heróis e suas habilidades (ok);
  • devo jogar, no mínimo, mediocremente com TODOS heróis (ok);

  • devo me adaptar para todas as situações através dos talentos (incompleto).

Incompleto… Foi ali quando refleti que eu escolhia os talentos no automático. Pior, não compreendia a sinergia entre eles para cada heróis, nas situações mais diferentes que eles podem se comportar e ainda não conhecendo as possibilidades para um gameplay muito melhor.

Isso me frustrou por demais da conta. Pois, quando nos deparamos com alguns haters que jogam bem, a primeira coisa que falam no chat é:

“Tamo” perdendo porque esse mané aí, escolheu talentos tudo errado!!!

Daí você pensa: “caramba, eu sempre escolho esses talentos… quase nunca perco as partidas por conta deles… o que houve de errado?“. Nesse momento que caiu uma ficha gigante óbvia: eu precisava conhecer CADA talento e sua contribuição.

Antes, é preciso entender o seguinte: TALENTOS SERVEM PARA MUDAR AS CARACTERÍSTICAS FUNCIONAIS E COMPORTAMENTAIS DOS HERÓIS!!!

Significa que, é cômodo sempre jogar na nossa build favorita. Pois sabemos exatamente como agir a cada talento conquistado pelos níveis. Isso é ótimo, mas o Nexus não é feito só de tempestade! Precisamos conhecer TODAS as possibilidades que interferem ao nosso herói.

JORNADA DO JOGADOR

Foi a partir disso que parei de jogar deliberadamente e comecei a focar em 06 partidas CONTRA I.A. antes de jogar QM, TL, HL ou não-ranked. Testando, entendendo, errando e acertando a ideia de como funciona os talentos para cada herói. No total, joguei 1.200 partidas CONTRA I.A. — e não, não estou brincando. Meu foco não era sair matando, aprender mapa ou combando e tals. Eu precisava aprender a matemática dos talentos e suas sinergias!

Mas ABC, então por que Diablos você colocou incompleto no último tópico ali em cima?

Porque eu só aprendi a compreender e juntar os talentos de maneira efetiva. Saber TODOS de cór e salteado, ainda vai me levar alguns meses. Fora que quase todo mês tem mudanças radicais nos patches e reworks.

Um amigo que joga comigo de vez em quando, me questionou porque com um nível de conhecimento altíssimo que tenho, jogo pacas (não excelentemente bem como o Jschritte ou Typhex), possuo rápida leitura e gameplay afinado, não tenho um alto nível de rank? Simples: detesto jogar competitivamente. Não possuo a agressividade de ganhar como a maioria tem.

Isso é uma questão de escolha minha. Eu me divirto conhecendo o jogo de cabo à rabo. Por isso gosto de escrever sobre HotS – me ajuda a organizar essa maluquice toda na minha mente.

DISCLAIMER

Também chamado de “não me venha com chorumelas, depois”.

Antes de mais nada, tenho que deixar claro que o que vou escrever aqui é de total estudo e opinião pessoal. O que isso implica? Que não é VERDADE ABSOLUTA ou A MELHOR DICA DO MUNDO. Simplesmente estou divulgando uma pesquisa que fiz. Sintam-se à vontade para criticar, sugerir, discordar e concordar! 🙂

A partir dessa postagem, vou fazer de cada personagem existente no HotS. Atualizando conforme os patches e reworks. Tentarei fazer uma postagem quinzenal sobre o assunto. Dependendo do meu tempo também – começando com o Varian, o primeiro multi-classe.

RESULTADOS

Os resultados foram bem satisfatórios. Meu nível de gameplay subiu por demais da conta! Mas antes de sair falando de cada herói, vamos entender como eu equalizei o estudo dos talentos:

FUNÇÕES

Primeira coisa foi entender que os talentos são divididos em:

  • AGRESSIVIDADE – que será representado pela letra A;
  • FERRAMENTA – que será representado pela letra F;
  • SEGURO – que será representado pela letra S;
  • CERCO – que será representado pela C.

Pelos nomes já dá para ter uma ideia. TALENTOS A são feitos para causar o maior estrago aos inimigos (principalmente jogadores adversários). TALENTOS  F são úteis para algum efeito passivo, ativo ou de finalidade à algo ou coisa. TALENTOS são para dar segurança, cura e proteção ao herói (próprio ou aliado). E TALENTOS C são para focar nas lanes, estruturas, acampamentos e ganho de XP.

Cada tipo de talento também têm 02 subclassificações:

  • full (quando é um talento inteiramente aquilo que se propõe); e
  • 65%/35% (exemplos: A/F – talento agressivo, mas também é uma ferramentaF/A – talento ferramenta, mas também é agressivo; etc…).

Com isso, teremos as seguintes possibilidades, independente dos heróis:

NATUREZA DO HERÓI

Claro que não podemos pensar em talentos sem pensar na natureza do herói e as possibilidades de composição. Iremos usar as que já falei em diversas postagens aqui. Resumindo:

VARIÁVEIS

Claro que também teremos algumas variáveis para calcular cada árvore de talento feita. Como assim? Encare como se fosse classificação qualitativa em:

  • Excelente (5), Bom (4), Médio (3), Ruim (2) e Nunca (1);
  • Satisfatório Com… e Inepto Com…
  • Mapas e Objetivos.

As qualidades são julgadas por meu ponto de vista (1/5, 4/5, 2/5, etc…). Satisfatório Com… é o estado em que o herói se beneficia. Inepto Com… é quando o herói estará em desvantagem de status e/ou condição. Mapas e Objetivos serão as situações de como usaremos os talentos.

CONCLUSÃO

Confesso que faltou-me um pouco de coragem em fazer isso. Pois quando você faz uma pesquisa própria, a chance de falhas, críticas e erros são altas. E sou um cara extremamente preocupado com minúcias e detalhes. Entretanto, acho que vai ser útil para todos, já que eu senti mudanças drásticas e melhoras no meu gameplay.

Para não demorar, junto com esta postagem, já vai a primeira! Só conferir este link.

Espero que gostem! Estejam à vontade em comentar!

Saravá! 🙂

Compartilhe este post!
Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on Tumblr0Email this to someonePin on Pinterest0