X

Saudações! Estão todos de boas nas lagoas? Não, né? Tá frio pacas! Quem vai nadar num tempo assim? russos

russo-fazendo-russice

Enfim, bora aprofundar nas habilidades nexurianas em dar GG alheio nos amiguinhos? VA-MOS! Se todos nós podemos melhorar na vida real, por que não na virtual? Como diria minha mãe: [modo voz de mãe] “Não há nada no mundo excelentemente maravilhoso que não possa ser transformada em funk…” [/modo voz de mãe]

Antes de mais nada, a comunicação é a chave para um bom desempenho e felicidade para o time. As escolhas dos talentos também não devem ser algo aleatório ou sem pensar. Temos a seção de Guia dos Leitores que você pode conferir e ajudar no seu personagem favorito. Porém, nem adianta montar aquela build infalível se você não entender a dedicar uma função para seu personagem no jogo.

A Tríade

Primordialmente, todo time precisa de três DEDICATED HEROES (que iremos chamar de A Tríade). E o que significa isso? Significa que a base fundamental para uma partida vencedora é dedicar três heróis para as funções mais básicas de embate: um Guerreiro TANK, um Suporte HEALER e um Assassino BURST DAMAGE.

É a partir dessa aplicação que os combos, coleta de EXP, aquisição dos objetivos e as TFs serão pensadas estrategicamente. Pois ainda teremos dois slots livres para pensar qual tipo de composição que o time irá assumir (falaremos disso no próximo post). Se você começar a assistir os campeonatos de HotS, perceberá que as drafts dos grandes times profissionais sempre tentam trazer A Tríade de alguma forma (seja ela tradicionalmente citada aqui ou heróis que façam isso de maneira secundária e combinadas). No entanto, a ideia é a mesma: ter um “trio fundamental” na partida permite composições conforme os objetivos de cada mapa e situações contra o adversário. Se você quebra essa composição, o time lesionado estará em uma grande desvantagem.

OMFGOutra coisa, muitos acham que BRUISERS são TANKS. Não, não são! Você pode sim, fazer um Tyrael full-tank, mas ele não terá a mesma dureza quanto uma Johanna ou Muradin. O mesmo vale para quando colegas do seu time xingam muito no Twitter  reclamam que o Tassadar não está curando como deveria. Deixa eu contar um segredo: SUPPORTS não são HEALERS! Por mais que uma Tyrande possa curar muito em sua build de healer, ela não se compara a uma Ten. Morales ou mesmo Kharazim.

Outra coisa: não é porque eles são best friends forever e mega importantes para o time que vão ficar andando juntinhos o jogo inteiro. Cada um deve ter sua própria dinâmica. O objetivo principal em que A Tríade deve cumprir é estar em TODOS OS EVENTOS (que são TFs, objetivos, chefes, etc…). Enquanto não houver algum evento para ir, eles podem focar em rotações e ajudar nas lanes. Se quiser montar um time para começar a competir com seus colegas e, quem sabe, até concorrer a campeonatos maiores, inicie seu treino com essa base. Ali você poderá trazer sinergia e fundamentos para que a equipe consiga ser criativa, pró-ativa e experiente — treine muito!

Claro que podemos ter jogos onde não haverá essa tríade. Ainda mais se for para se divertir! No entanto, na minha opinião, será um gameplay muito arriscado. Se seu time não tiver uma excelente estratégia e counter-picks contra seu adversário, creio que uma draft off (aquelas que acontecem no Quick Match) poderá ocasionar um jogo bem difícil e frustrante (mas não impossível de ganhar):

Mesmo com 03 SIEGE, 01 SUPPORT e 01 HEALER, o time conhecia bem o mapa, o momento dos mercenários e o comportamento do time adversário. Fora a composição dos talentos da tríade dos especialistas. O comportamento do time adversário também conta (só perceber no mini-map o posicionamento de cada herói)

Contudo, jogadores experientes conseguem conciliar um papel secundário aos heróis escolhidos para suprir os Heróis Aplicados, através dos talentos. Sim, como dito acima, um Tyrael nunca será um full-tank como a Johanna, mas ele PODE assumir esse papel secundário. Exemplo:

Seu time caiu: BRUISER (Anub’arak), SUPPORT (Tassadar), AMBUSHER (Nova), SIEGE (Azmodan) e SIEGE (Gasganete). O que fazer?

Você pode simplesmente dar aplicações secundárias para os personagens acima. O Tassadar não curará como um HEALER, porém, para um maior sustain do time, ele terá que se dedicar nessa função. A mesma coisa com o Anub’arak em relação à sua build para ser mais TANK. E o BURST DAMAGE? Aqui, os três personagens (Nova, Gasganete e Azmodan) podem se rotacionar para cumprir a mesma função ou algum deles pode também focar exclusivamente para gerar mais dano ao adversário. Mas, dependerá muito de qual estratégia que o time vai tomar… e JUNTOS!

DEDICATED HEROES são fundamentais para sua equipe, mas não serão eles que farão a diferença sozinhos no jogo. Trará sim, benefícios para pensar estratégicas. O que realmente vai importar é a composição do time em si.  É o momento crucial de definir quais as finalidades dos heróis no draft do seu time. Tanto para A Tríade, quanto para os dois heróis que faltam ser escolhidos.

team-working

No próximo post, discutiremos sobre essas composições. É isso aí! \o/

Saravá! 😀

Compartilhe este post!
Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on Tumblr0Email this to someonePin on Pinterest0