X

Vou trazer aqui pra vocês um pouco do que foi apresentado no primeiro painel de Heroes do segundo dia da Blizzcon 2015. Nesse painel os devs explicaram um pouco sobre quais são os focos e objetivos da equipe na hora de balancear os Heróis, também foram apresentados 3 heróis que devem receber um rework em breve, e algumas ideias do que eles já tiveram para eles.

Balanceamento de Heróis

Quando perguntamos quais heróis estão mais fortes, cada um tem uma opinião diferente sobre isso. Mas conforme os dados que a Blizzard tem, Murky e Lili são os heróis com a maior taxa de vitórias no jogo, irônico não?

Objetivo de Win Rate

Brett Crawford falou um pouco sobre o balanceamento de heróis, e qual é o foco da Blizzard ao tratar de seus tão queridos heróis: “Nosso objetivo é manter a taxa de vitória dos Heróis entre 45 e 55%”

Em relação a escolha de talentos, Brett explicou que apesar de analisarem a escolha de talentos, eles também analisam a taxa de vitórias de cada talento – ou seja, pode ser que um talento não seja o mais escolhido, mas ainda assim a taxa de vitórias dele é equilibrada. Muitas vezes os dados também variam de região para região e de modos de jogo, então tudo isso é levado em consideração na hora de analisar os talentos dos heróis.

Os torneios que acontecem também são uma ferramenta que eles utilizam para prever o próximo meta. O Feedback é sempre ouvido, no fórum oficial, no Reddit e até mesmo no Twitter. Então enviem sempre o seu Feedback nesses canais oficiais!

Kerrigan

Brett explicou como funcionou o rework da Kerrigan, que a algum tempo saiu do meta e não tinha uma variedade de talentos, chegando a ter quase 80% de escolha em um único talento. Antes disso ela estava bem forte, até mais do que deveria, e recebeu um nerf, infelizmente as mudanças acabaram mexendo demais no Heróis, suas composições com os demais talentos não possuíam um win rate saudável (dentro dos 45-55%).

Quem acompanhou o Heroes em sua fase Alpha-Beta se lembra do quão forte a nossa Rainha das Lâminas chegou a ser, era um dos reworks mais pedidos pela comunidade, pois a Kerrigan é uma assassina muito poderosa com uma combinação de habilidades excelentes.

A equipe de balanceamento se reuniu e decidiu trazer a Kerrigan de volta ao jogo, aumentando a diversidade de talento e focando a Kerrigan no que ela realmente foi criada para fazer: iniciar team fights. No rework realizado a Kerrigan teve alteração em 8 dos seus talentos, 4 deles foram removidos e 3 novos foram adicionados. Chegando ao resultado abaixo:

 

Uther

Um dos personagens mais equilibrados, seus dados chegam sempre a praticamente 50%. Mas um lado negativo disso é que Uther se tornou um herói “pick ou ban”. Algo que a Blizzard não tem se sentido confortável, embora ele não seja overpower, eles gostariam que o herói fosse mais flexível e que tivesse mais opções de counter-pick. Com isso eles realizaram algumas modificações que estavam em teste na Blizzcon: Escudo Divino terá o cooldown alterado, e a Devoção Eterna teve redução na duração.

uther Results

Gasganete/Gazlowe

Gazlowe AtualSim! Nosso querido globin irá receber um rework, o tão sonhado rework. Matthew Cooper comentou sobre algumas mudanças que estão por vir. A Blizzard quer que o personagem esteja mais presente nas competições e partidas de alto nível, aproveitando o controle de área que o Herói possui.

Uma das ideias que eles estão testando é fazer com que as torretas do Gazlowe tenham algum boost de dano quando ele carrega o seu raio, seja adicionando um raio às torretas, ou alguma outra mudança que faça as torres interagirem com essa habilidade do Herói.

Outro talento sendo testado é um talento de mid game, onde o Gazlowe seria capaz de dropar scraps de metal do corpo para utilizar na construção de novas torretas. O que eles querem é que os jogadores explorem essa habilidade do Gazlowe de causar dano em área.

Nova

Precisa de uma maior diversidade de talentos, atualmente a Nova está no limite entre casual e competitivo. Com um dano capaz de matar instantaneamente um herói como Kael’thas, algo que pode ser contornado por equipes fechadas – mas é algo que eles gostariam de ajustar.

Uma das ideias dos desenvolvedores é fazer com que a grade talentos da Nova tenha várias opções de Dano, onde o jogador terá de escolher o dano que irá causar. Um dos problemas com os ajustes da Nova tem sido esse, como controlar o dano do Herói?

Durante os teste que realizaram uma das ideias é fazer com que o Snipe seja cumulativo, cada vez que a Nova acertar um tiro o próximo causará mais dano – contando com stack de 10x. Mas ao errar um alvo, você perde todos os stacks acumulados e terá de começar tudo novamente.

Tychus

Um Herói problemático para os devs, que tem sido um desafio desde o começo. Atualmente o Tychus possui um win rate muito baixo, um dos focos para o Rework seria aumentar essa taxa.

A dificuldade de balancear o Tychus está no efeito que isso terá em outros heróis, como por exemplo a Valla. Para evitar isso, o Tychus deve se tornar um Herói único na sua função de Assassino, uma escolha boa contra um Cho’Gall ou em composição de 3 Tanks. Isso pode ser realizado ajustando talentos, como colocar o Giant Killer em níveis mais baixos e reposicionar outros talentos na árvore do Herói.

Efeito Snow Ball

Pré Mudanças - SnowBall2Analisando o gameplay de Cho’Gall (em testes internos) a equipe de desenvolvimento chegou a conclusão de que o sistema de nível do Heroes estava causando muitas situações de Snow Ball, principalmente no early game. Snow Ball é uma situação onde o time que abre uma certa diferença de nível tem garantia de que irá vencer a partida, é como jogar uma bola de neve, conforme ela vai rolando, só aumenta de tamanho.

Para melhorar essa situação o jogo recebeu mudanças já no patch de atualização da Ten Morales, esse patch trouxe ajustes no escalamento de dano com base no nível de equipe. Com essa mudança as partidas ficaram menos baseadas em diferença de nível, e a vitória se tornou mais significativa, mais empolgante para os jogadores.

Pré Mudanças - SnowBallMas essa mudança também trouxe alguns pontos ruins: o early game passou e ter menos importância, a as mortes não tem o peso que deveriam. Para corrigir esse problema, o tempo de morte do jogador será ajustado, fazendo com que ganks no começo da partida tenham um impacto maior no decorrer do jogo.

Todas essas mudanças apresentadas aqui devem chegar já no patch do Cho’Gall, será um patch enorme e com muitos ajustes. Não foi informado uma data para isso, nem previsão de quando vai rolar, apenas que será dentro de algumas semanas. São mudanças que prometem deixar o jogo mais equilibrado, esperamos que sim!

Não esqueça de acompanhar nossos posts da Blizzcon 2015, tem muita novidade!

Compartilhe este post!
Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on Tumblr0Email this to someonePin on Pinterest0