X

Olá aventureiros! Após o Torneio das Américas, a G-League realizou uma entrevista com o desenvolvedor Matthew Cooper, de Heroes of the Storm. Matthew respondeu uma série de perguntas relacionadas a mudanças futuras que ocorrerão no jogo.

O vídeo está em inglês, então preparei um resumo dos tópicos abordados:

  • Mudanças estão sendo realizadas internamente em Tyrande e Tassadar, para que se tornem heróis de suporte mais sólidos.
  • Nos testes internos, a percentagem de vitórias de Kael’thas está ok. Possivelmente haverá mudanças com foco no talento Bomba Encadeada.
  • Leoric é um dos personagens com maior percentagem de vitórias. A capacidade dele de wave clear (matar uma grande quantidade de lacaios de uma vez) é mais forte do que o pretendido, assim como Johanna, e isso será retrabalhado pelos desenvolvedores.
  • Os talentos que promoviam a wave clear não eram tão valorizados há alguns meses, e por isso eles continham valores altos de dano bônus, como 300%, só para que os jogadores considerassem escolhê-los. Recentemente, a wave clear tem sido supervalorizada, e será necessário reavaliar se esse tipo de talento faz parte da proposta do herói.
  • Zeratul é um herói que é banido ou escolhido em 100% das partidas, então ele terá alguns aspectos nerfados no futuro.
  • A Prisão Destruidora e o talento Buraco de Minhoca, que são escolhas populares entre os jogadores profissionais, estão sendo monitorados. O dano de burst de Zeratul está muito alto.
  • Os desenvolvedores conseguem monitorar a taxa de vitórias dos jogadores dependendo dos talentos escolhidos, então isso facilita o processo de balanceamento.
  • Bans não serão adicionados aos jogos ranqueados no momento, pois aumenta o requerimento de heróis que o jogador precisa ter. É uma possibilidade futura, mas eles querem que os jogadores se acostumem ao sistema antes.
  • Interface de Espectador está na lista de novas funcionalidades que eles querem implementar no jogo.
  • Um Engenheiro Sênior está 100% focado em melhorar o sistema de pareamento, por ser uma das maiores demandas da comunidade.
  • Possivelmente teremos novos heróis anunciados na Blizzcon.
  • Os desenvolvedores observam os torneios para observar boas jogadas e observar detalhes que precisam ser balanceados e/ou ajustados.
  • Um dos problemas encontrados durante a Blizzcon de 2014 eram as barras secundárias de vida, como acontecia na habilidade Confiscar Odin de Tychus.
  • Os engenheiros estão trabalhando o tempo todo para que os servidores permaneçam estáveis o tempo todo.

Se você quiser, pode conferir o vídeo na íntegra:

Eu confesso que estou com um pouco de medo das mudanças em Tassadar e Tyrande, porque gosto muito do suporte ofensivo que eles trazem e acredito que já são heróis bem fortes da maneira que estão. E vocês, o que acharam?

/kiss, vejo vocês no Nexus!

Compartilhe este post!
Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on Tumblr0Email this to someonePin on Pinterest0